quarta-feira, 23 de dezembro de 2009







Tulipas
Delicadas
Aparentemente simples
Naturalmente belas
Singelas, escondem a complexidade
A raridade de uma jóia
Discretas
Cativam apenas o olhar atento
O olhar profundo que ultrapassa a superfície
E mergulha no âmago
No interior

(RLBF - 5 junho 2008)

2 comentários:

  1. Não há poesia mais delicada e linda que o corpo de uma mulher apaixonada....lindos versos Sandra.

    beeijos e feliz Natal.

    ResponderExcluir
  2. Bella poesia,buon Natale.
    Un bacio.

    ResponderExcluir

Diga o que achou daqui, ficarei feliz de saber a sua opinião! Muito obrigada pela visita!